investir em franquias

Investir em franquias ainda é o melhor negócio para os lojistas!

Investir em franquias continua sendo um ótimo negócio para todo lojista. Os números provam isso (vou falar sobre eles daqui a pouquinho)! É muito melhor entrar no mercado contando com a experiência de uma marca, tendo parceiros já estabelecidos e seguindo um manual do que dá certo.

Eu mesmo sou franqueado multimarcas de quatro franquias: Ana Capri, Arezzo, Lupo e Pandora. Recentemente, inaugurei a minha 12ª unidade da Lupo, no Shopping Trimais, no bairro do Tucuruvi, em São Paulo.  Considero franquia tão mais lucrativo que não tenho nenhuma multimarcas. Por isso, continuo abrindo lojas nesse modelo pois permite uma gestão mais dinâmica e com melhores resultados.

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, um período em que a economia brasileira passou por turbulências nunca experimentadas, o setor de franquias foi capaz de seguir faturando em todos os segmentos.

No artigo de hoje, irei mostrar por que lojistas precisam ficar atentos a oportunidades de investimento em franquias. E ainda vou dar algumas dicas de como escolher as marcas certas para trabalhar. Se ficar com alguma dúvida ao fim da leitura, clique aqui e envie a sua mensagem.

investir em franquias

Investir em franquias: faturamento com variação positiva

O setor de franquias conseguiu se recuperar significativamente no 2º trimestre de 2021, de acordo com uma pesquisa feita pela ABF (Associação Brasileira de Franchising).

Em 2020, com a explosão da pandemia, o faturamento chegou a cair quase pela metade em relação ao ano anterior, ficando em R$ 27,7 bilhões. Já em 2021, com o coronavírus recuando e a vacinação avançando, o cenário voltou a ser positivo. Apenas entre abril e junho, as franquias já faturaram R$ 41,1 bilhões.

Claro, os fatores que serviram como impulsionadores para a melhora no faturamento foram o avanço na imunização, como já citei, e o fim das medidas restritivas ao comércio. As lojas puderam voltar a funcionar normalmente, em seus horários integrais.

Além disso, os canais de vendas digitais impactaram positivamente no índice de desenvolvimento das franquias.

Preciso ressaltar que a pandemia não prejudicou apenas um setor da economia, e sim todos. A diferença é que as franquias conseguiram se recuperar rapidamente.

consultoria para o varejo

Investir em franquias: como escolher a marca ideal?

Se você tomar a decisão de investir em uma franquia, ainda terá um outro passo enorme, gigantesco, imensurável para dar: escolher qual delas!

Sim, não é fácil. Existem milhares de marcas vendendo franquias. Uma pesquisa rápida no site da ABF mostra muitas opções em cada segmento de mercado. Lojas de todos os tipos de vestuário. Focadas em todas as faixas etárias. Situadas em diversas faixas de preço e perfis socioeconômicos.

E estou falando só em varejo, que é meu segmento. Se a sua ideia é analisar também bares, restaurantes e empresas de serviços, é melhor reservar alguns meses para observar tudo com muita calma.

Eu separei aqui algumas dicas para quem está pensando em investir em uma marca de roupas ou calçados. Confira!

1- Comece pesquisando as franquias

Existem diversas possibilidades nesse setor, mas o que reduz as opções são os critérios que você determina. Talvez algumas estejam acima de sua capacidade de investimento ou então não se encontrem na região que deseja. Por isso, crie critérios de avaliação e vá afunilando até sobrarem poucas marcas, as que você investigará no detalhe do detalhe!

2- Considere as tendências da região

É muito importante que você faça um estudo amplo sobre a região em que pretende abrir sua franquia. Avalie se a área tem um bom mercado, se há outras empresas do ramo tendo sucesso, se existem mais unidades da marca em que você pretende investir.

É fundamental pensar sobre planos de expansão. Vamos imaginar que você está em Cuiabá e quer investir na loja X. Se já houver outras 10 unidades dela na cidade, a situação fica complicada. Talvez ainda haja espaço para a sua unidade, mas e quando você quiser ampliar os negócios? Quando desejar montar uma segunda loja?

Necessariamente, terá que ou fazer um investimento em outra cidade, o que dificulta sua logística, ou ficar em Cuiabá e montar uma loja de outra marca, o que dificulta a sua gestão.

Não estou dizendo que você não possa ser um franqueado multimarcas, ou que isso é ruim. Mas é um passo para dar lá na frente, depois de alguns anos de experiência, e não logo na fase embrionária da expansão.

dicas para comprar franquias

3- Analise a lucratividade da franquia

Para escolher a franquia, primeiro é necessário conhecer como funciona a marca: qual é o modelo de negócio dela? O ponto principal dessa questão é a lucratividade.

Alguns modelos possuem uma boa rentabilidade, mas o empreendedor precisa estar sempre atento. Além de a rede ter um negócio sólido, deve estar baseada em um bom mercado consumidor que consiga sustentá-la.

Então, analise se a franquia é lucrativa no dia a dia e se as projeções feitas pela marca realmente são verdadeiras.

4- Troque experiências

Você pode buscar informações sobre a rentabilidade e a lucratividade do negócio, o suporte oferecido, as expectativas iniciais e muito mais na COF – Círculo de Oferta de Franquia.

No documento, é possível encontrar os contatos de todos os franqueados atuais da marca e dos ex-franqueados que se desligaram da rede nos 12 meses anteriores. Telefone, converse. Fale com quem é bem-sucedido e entenda por quais motivos alguns empreendedores abandonaram a rede.

Depois levante as questões e apresente-as para o franqueador no decorrer da entrevista, concluindo se aquela franquia é ou não um bom investimento.

palestra para força de vendas

Consultoria especializada para lojistas de todo o Brasil

Para investir em franquias e conseguir obter lucratividade, basta saber escolher. Você viu como, mesmo durante a pandemia, esse foi um setor que conseguiu crescer. Teve uma recaída, um reflexo da economia do país, mas se reergueu com muita velocidade.

Depois que abrir a franquia, você vai precisar vender. E muito. Nisso, eu posso te ajudar. Eu dou palestras online e presenciais para a força de vendas, ensinando estratégias certeiras para envolver e fidelizar clientes.

Clique aqui e conheça a minha palestra que prepara a força de vendas para o mundo pós-pandemia.

Conte comigo para te ajudar. Eu tenho uma longa vida empresarial, com sucesso atuando tanto na indústria quanto no varejo.

Se quiser conversar e tirar qualquer dúvida, é só clicar aqui!

Até a próxima!

Compartilhe:
dicas para vender mais no Dia das Crianças

Dicas para vender mais no Dia das Crianças: aproveite a transição para a adolescência!

Você, lojista, está buscando dicas para vender mais no Dia das Crianças? Está coberto de razão, pois essa data não pode passar em branco, mesmo que o seu público-alvo prioritário não seja formado por… crianças. Vou te explicar como aproveitar esse momento festivo para agarrar uma fatia do lucro imenso esperado pelo comércio neste ano.

Segundo estimativas da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), esse ano o Dia das Crianças deve registrar um crescimento de 3,4% no volume de vendas do varejo.

Ainda de acordo com a CNC, a expectativa é de que, durante esse período, as vendas consigam movimentar aproximadamente R$ 7,4 bilhões. Se isso se confirmar, será o melhor desempenho dos últimos 4 anos!

A adolescência não costuma ser uma fase fácil. Em quase todas as situações, os filhos começam a dizer que já são grandes. Mas quando chega o Dia das Crianças, repentinamente essa versão adulta desaparece e eles querem ganhar presentes de qualquer jeito.

E é claro que os pais acabam cedendo e compram alguma coisa para agradar os filhos. E é aí que você, que não vende brinquedos, pode lucrar. Vou te dar algumas dicas preciosas hoje. E se, ao fim da leitura, ainda tiver dúvidas, clique aqui e mande uma mensagem.

dicas para vender mais no Dia das Crianças

Dicas para vender mais no Dia das Crianças: demonstre interesse

Quando a criança entra na fase de transição para a adolescência, os gostos dela acabam mudando. Então, os pais podem chegar na sua loja um pouco perdidos, sem saber muito bem o que comprar.

Quanto mais você demonstrar interesse e tentar ajudá-los, maior serão as chances de fechar a venda. Por isso, faça perguntas sobre o adolescente, entenda como ele é, o que gosta de fazer no tempo livre…

Assim é possível compreender quais produtos da sua loja podem ser interessantes para o cliente e quais nem precisam ser oferecidos.

Por exemplo, eu tenho uma loja da Pandora. Se uma mãe chegar aqui em busca de um presente para a filha que está exatamente nesse período de transição para a adolescência, com certeza indicarei um colar com um pingente delicado ou um bracelete.

Meninas nessa idade costumam estar em busca de joias, sandálias mais “descoladas”, bolsas, roupas mais adultas etc.

Portanto, converse com os pais, faça perguntas! Atenção é um fator de extrema importância nesse momento.

consultoria de vendas para o varejo.

Você também precisa deixar claro que conhece o que está vendendo!

Entre as dicas para vender mais no Dia das Crianças, posso destacar essa: demonstrar conhecimento sobre os produtos que comercializa.

Se a sua loja vende artigos de esportes e chega um cliente que deseja dar ao sobrinho uma chuteira, mas não entende nada sobre o assunto, você precisará ajudar!

Mostre que realmente entende sobre o produto que está vendendo. Por exemplo, a chuteira para o futebol de campo é bem diferente daquela usada no futebol de salão!

Se você não souber tirar as dúvidas do cliente, certamente ele irá sair à procura de outra loja em que haja vendedores capazes.

Caso a pessoa já entenda sobre o produto que deseja adquirir, ainda é necessário ter conhecimento sobre o assunto, pois assim é possível conversar com o consumidor de igual para igual.

palestra para a força de vendas

Dicas para vender mais no Dia das Crianças: compartilhe experiências

Sabe o que os clientes adoram? Vendedores que possuem empatia e compartilham suas experiências. Essa é uma dica valiosa, anote ela aí!

Ao fazer isso, você faz com que o consumidor se sinta muito mais à vontade e seguro para realmente comprar em sua loja.

Mostre ao cliente que entende a situação, crie uma conexão com a informação que ele está apresentando! Vou te dar um exemplo:

Uma cliente foi até a sua loja procurando por uma sandália para dar de presente para a neta, mas não sabe como escolher. Se você tiver uma filha ou sobrinha com gosto parecido, consegue indicar um produto baseando-se apenas em sua experiência.

Pode dizer “Minha filha também queria uma sandália. Dei essa daqui e ela amou!”. Com certeza, a cliente ficará muito mais propensa a fechar a venda!

presente para adolescentes

Dicas para vender mais no Dia das Crianças: crie uma lista de consumidores finais!

Está anotando todas as dicas para vender mais no Dia das Crianças? Guarde tudo e depois coloque em prática, ok?

Essa é a última dica que separei para hoje: criar listas com os diferentes tipos de consumidores finais. Nesse caso, os adolescentes.

Analise todos os produtos que vende e quais podem ser oferecidos para cada tipo de adolescente, considerando contextos variados.

Ao organizar essas listas, ficará muito fácil de se preparar para as situações que precisará enfrentar! Para exemplificar:

Na minha loja Pandora, vendo braceletes, brincos, colares, anéis e charms (pingentes). Provavelmente, uma adolescente de 13 anos adoraria um colar ou um bracelete. Já uma de 14 anos gostaria muito mais de um anel ou de um brinco de argola.

Entendeu como funciona essa lista? Você vai separando de acordo com as idades de seus possíveis consumidores finais.

Contratar consultor varejista em São Paulo.

Consultoria especializada para lojistas de todo o Brasil!

Agora que você já viu várias dicas para vender mais no Dia das Crianças, corra para fazer as mudanças necessárias no atendimento. Você vai ver as vendas aumentarem! Não é difícil fazer o que expliquei hoje. Basta ter dedicação e força de vontade!

E depois que o feriado passar, você pode aproveitar essas dicas para continuar lucrando. Afinal, o cliente gosta de vendedores que demonstram interesse e conhecimento em qualquer época do ano!

Conte comigo para te ajudar a criar estratégias de venda. Eu tenho uma longa vida empresarial, com sucesso atuando tanto na indústria quanto no varejo. Hoje, sou franqueado multimarcas e administro diversas lojas. Além disso, ensino lojistas e a força de vendas a alcançarem resultados melhores.

Conheça a minha palestra que prepara a força de vendas para o mundo pós-pandemia.

Posso te ajudar a criar estratégias para as próximas datas comemorativas, como o Natal.

E se quiser conversar comigo e tirar qualquer dúvida, é só clicar aqui!

Compartilhe: