image-from-rawpixel-id-2444912-jpeg

Estratégias para lidar com as mudanças do cenário atual nas lojas físicas

Já falamos por aqui diversas vezes das transformações trazidas pelo coronavírus, que influenciam diretamente as lojas físicas. Para lidar com as mudanças do cenário atual, em primeiro lugar é preciso aceitar a fase de transição e pensar em estratégias práticas e acessíveis. Com várias pesquisas apontando para o crescimento das lojas digitais e da aceitação dos consumidores a esses meios, o varejo deve se adaptar rapidamente e fazer a integração do físico com o on-line. Essa é uma forma de enxergar a crise como oportunidade e ainda expandir o seu negócio.

Enquanto as lojas físicas funcionam com mudanças e restrições em decorrência da pandemia, esse pode ser o momento de você avaliar as possibilidades com a equipe de vendas e juntos criar soluções que atendam às expectativas dos clientes durante esse período e até depois dele. Separamos duas estratégias que podem trazer ideias e soluções para a sua realidade, confira:

Invista em pesquisas de mercado:

Parece simples, mas investir em pesquisa de mercado pode munir o seu negócio de informações sobre o consumidor. Saber qual é o carro chefe da loja, o que o cliente espera, o que poderia melhorar no atendimento e na experiência de compra, e até mesmo dados mais personalizados – estilo de vida, hobbies, necessidades, etc. Esse estudo trará contribuições para as estratégias que serão definidas com a equipe, traçando um perfil dos consumidores e vislumbrando tendências. Dica: Use a abuse das redes sociais, faça enquetes e disponibilize um espaço de fala para o seu cliente. Não se esqueça de levantar os dados existentes, como comentários, likes e avaliações;

Faça da loja física um centro de distribuição:

Com as lojas funcionando parcialmente nesse período, com horário de funcionamento reduzido, invista em novos modelos de venda usando os meios digitais ao seu favor. O cliente pode solicitar os pedidos on-line e você disponibilizar entregas ou sistema de drive thru, em que os consumidores apenas retiram os produtos na loja com os cuidados necessários de saúde e higiene. Dica: Dessa forma a loja física será um centro de distribuição, onde os funcionários fazem a triagem, separação e gestão eficiente dos pedidos. Essa também é uma maneira de digitalizar a loja, que estará integrada com a internet – isso é chamado de Omni-channel – canais interligados e padronizados com a cara do seu negócio.

Precisamos destacar que as lojas físicas têm diversas vantagens, que podem ser aproveitadas no período pós crise, em que as compras presenciais serão retomadas com tranquilidade. Listamos alguns itens nesse sentido:

  • A loja física é o local de experiências do cliente, por isso é importante investir nas pesquisas de mercado para que você conheça de fato os gostos e preferências deles. Dica: A partir desses dados, idealize eventos de lançamentos de coleção e de produtos, e ações interativas com o público para serem realizados no fim do isolamento;
  • Apesar da relevância da digitalização, são nas lojas físicas que os clientes têm um atendimento humanizado, trocando ideias com os vendedores e criando um laço de confiança, o que garante um atendimento personalizado. Dica: Crie condições especiais e promoções que estarão somente no varejo físico, o que pode estimular o cliente a valorizar ainda mais esse contato cara a cara;

Todas essas dicas podem ser implementadas de forma a incentivar os colaboradores a participar da tomada de decisão da loja. Integrá-los nesses processos pode trazer novos insights e motivação para o time, até porque são os vendedores que tem esse contato aproximado com os clientes. Podemos nos inspirar na visão do Magazine Luiza, empresa do varejo que tem inovado de maneira rápida e eficiente – “Estar presente onde, quando e como o cliente desejar, seja em lojas físicas, virtuais ou online”.

Quer mais sugestões sobre como fidelizar os clientes durante a crise? Assine nossa newsletter e fique por dentro!

Compartilhe: