Qual é a melhor tecnologia para lojistas?

Tecnologia para lojistas: soluções para fidelizar clientes!

Será que a tecnologia para lojistas é sempre cara? Minha experiência no comando de quase 30 lojas de franquias diferentes mostra que não. É possível investir pouco e ter resultados satisfatórios. E o meu convidado no webinário que realizei no começo de junho, Marco Antonio Vidal, também acredita nisso e apresentou algumas ideias muito interessantes.

Marco Antonio Vidal é o CEO da be.MAV, empresa focada em meios de pagamento para o varejo. Ele desenvolve soluções para aproximar empreendedores e consumidores há mais de 20 anos.

Mas antes de entrar no tema tecnologia para lojistas, preciso avisar a você, que talvez esteja chegando aqui pela primeira vez, que recentemente publiquei outros dois artigos com dicas extraídas do mesmo webinário.

Clique aqui para saber tudo sobre as mudanças no varejo.

Clique aqui para entender como fazer negociações com os shoppings centers.

E se quiser assistir ao webinário na íntegra, é só ir até o Youtube. Basta clicar aqui para ver a conversa completa.

Tecnologia para lojistas: uso das redes sociais aumenta as vendas!

tudo sobre tecnologia para lojistas

Quero começar te contando minhas experiências pessoais. Atualmente, na hora de selecionar um novo funcionário para a loja, acho mais importante descobrir a experiência dele com redes sociais do que, propriamente, com vendas. Porque os clientes não estão no ponto físico, e sim do outro lado das telas. Eles chegam até nós pelo Instagram, pelo Facebook e pelo WhatsApp, e precisam de atendimento qualificado, personalizado, assertivo e muito ágil!

Lembra que falei que tecnologias para lojistas nem sempre exigem muitos recursos? Este é um ótimo exemplo. Não é preciso pagar para usar as redes sociais. E mesmo que você queira fazer anúncios para levar sua marca a mais pessoas, o custo ainda é baixo. Instagram e Facebook aceitam propagandas a partir de apenas R$ 6,00 por dia.

Mas é quando o cliente envia uma mensagem que a mágica começa a acontecer. Nossos vendedores sabem se comunicar nesse tipo de ferramenta e conseguem converter muitos negócios.  É interessante como muitos até estreitam o relacionamento e se tornam amigos. Sério… o papo saiu da negociação, da venda, e evoluiu para outros assuntos, de tanto que a estratégia deu certo e que os clientes entram em contato virtualmente para fazer compras.

Tecnologia para lojistas: você ainda não usa nenhum CRM?

escolher um crm para varejo.

Umas das mais importantes tecnologias para lojistas é o CRM, que também é barato. Existem diversas plataformas de CRM, com os mais variados recursos e valores. Você pode escolher uma compatível com suas necessidades e possibilidades.

Quem entende muito de CRM é o meu convidado do webinário, Marco Antonio Vidal: “Eu sou um defensor do CRM Há anos. Conhecer o cliente é fundamental. Em uma loja de sapatos onde realizei um trabalho usando CRM descobrimos que o melhor cliente não era aquele que entrava uma vez e gastava R$ 50,00, e sim vários clientes que gastavam menos, mas faziam compras duas ou três vezes por mês.  A loja não sabia que tinha tantos clientes fiéis. E percebendo isso, conseguiu criar estratégias especialmente para esse público aumentando ainda mais as suas vendas.”

No webinário, Vidal também destacou estudos para a utilização de criptomoedas nas compras. Algo bem interessante que em breve pode estar disponível no mercado.

Outra possibilidade de utilizar a tecnologia é entrando em um marketplace, como o Mercado Livre ou o Magalu. É uma das formas de você colocar seus produtos à venda na internet sem ter que investir numa estrutura de e-commerce desenvolvida especialmente para o seu negócio. Acaba saindo bem mais barato.

O consumidor perdeu o medo de comprar na internet!

Contratar palestra para a força de vendas.

Como diz Vidal, tecnologia não tem limite de conectividade, de armazenamento e de processamento. Mas havia muito receio entre os consumidores. Uma quantidade grande de clientes jamais havia feito uma compra virtual antes da pandemia do novo coronavírus, com medo de ter o cartão roubado ou perder dinheiro.

Segundo Vidal, “o cliente deixou de ter medo porque não tinha mais alternativa. Ele não queria sair de casa e precisava comprar comida no mercado, remédio na farmácia, roupas para o inverno. Quem tinha medo, se arriscou. E acabou gostando”.

Claro que o comércio físico não vai acabar. Mas é preciso sim colocar um pé no digital. Nenhum negócio pode se dar ao luxo de ser apenas presencial. É um erro que pode levar a loja à falência.

Uma outra dica do nosso especialista em tecnologias para clientes é fazer parcerias. As lojas físicas precisam se ajudar: o lojista tem que aprender a dividir cliente. Fazer promoções em conjunto. Por exemplo: na compra de vestido, você dá um voucher para que a consumidora tome um café ou coma um doce na confeitaria ao lado. E vice-versa”.

Se essa cliente fizer cadastros nos doisestabelecimentos, fornecer o número do celular e autorizar o envio de mensagens, ela pode, no futuro, receber um SMS com uma promoção assim que entrar em um dos comércios. Ela não precisará se deslocar até lá para aproveitar um desconto. Já estará ao lado, acabará aproveitando e fará duas compras. Claro, os lojistas devem criar esta estratégia respeitando a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

Contrate uma palestra para motivar e treinar sua Força de Vendas!

Gostou das nossas dicas de tecnologia para lojistas? Se tiver qualquer dúvida, pode clicar aqui e enviar uma mensagem.

Um outro conselho muito importante é sempre investir em treinamento e qualificação para a sua força de vendas. Clique aqui e conheça minha palestra, onde ensino novas estratégias para o mundo pós-pandemia!

Para saber mais sobre minha trajetória, é só clicar aqui!

Para contratar a palestra ou tirar qualquer dúvida, clique aqui e envie uma mensagem.

Até a próxima!

Compartilhe:

Add a Comment

You must be logged in to post a comment