Plan Planning Strategy Business Ideas Concept

Saiba como iniciar o planejamento para vender on-line

A crise do coronavírus influenciou diretamente nos hábitos de compra do brasileiro, como já falamos nesse conteúdo. Impossibilitados de comprar presencialmente e passando um tempo maior em casa, as pessoas têm buscado cada vez mais fazer compras pela internet. Mas fique calmo, isso não quer dizer que as lojas físicas vão deixar de existir, na verdade o varejo está passando por um processo de transformação gigante, que foi adiantado pela covid-19.

Com o constante crescimento desse novo hábito de compra e dos novos consumidores, fica nítido a importância de integrar lojas física e on-line. Segundo a Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, foram mais de R$ 9 bilhões faturados pelo varejo digital em abril, um aumento de 81% em relação ao período do ano passado. Os números são animadores e podem trazer novas possibilidades para os lojistas nesse momento de crise.

No entanto, existem hoje inúmeras maneiras de vender online, mas isso não ocorre da noite para o dia. Antes de tomar qualquer atitude, começar pelo planejamento é a forma mais assertiva de obter resultados eficazes. Listamos abaixo três itens imprescindíveis para iniciar o planejamento para vender pela internet, vamos lá?

  1. Escolha da plataforma/canal de venda:

Esse é um dos pontos mais importantes a serem considerados. Para criar um e-commerce completo é preciso passar por diversos processos, dentre eles a definição e compra do domínio (endereço do seu site). Depois, escolha a plataforma em que será integrado o domínio, a loja e os meios de pagamento (Pagseguro, Paypal e Mercadopago são os mais conhecidos e seguros). Também será necessário definir os meios de envio (Correios ou transportadoras) e adquirir um certificado on-line (licença para emitir notas fiscais eletrônicas das vendas que fizer). Para quem deseja uma opção mais simplificada, começar a vender pelas redes sociais pode ser a saída. O Instagram, por exemplo, é uma mídia mais visual, então invista em boas fotos e fale sobre os seus produtos na rede. No Facebook é possível divulgar a sua loja por meio de fanpage e ainda compartilhar a página nos grupos, que podem trazer um retorno interessante nas vendas. Dá até para usar o WhatsApp Business nesse início das vendas online, criando um catálogo atrativo e compartilhando descontos e ofertas especiais em listas de transmissão. A nova função de pagamento e transferência pelo aplicativo, anunciada recentemente e que será disponibilizada nos próximos dias, pode ser a oportunidade ideal;

  • Capacitação da equipe:

É importante selecionar e, se preciso, capacitar um time para as vendas on-line. Essa equipe será responsável pela produção de conteúdo das redes sociais – que vai além de publicar somente os produtos, atendimento ao cliente, financeiro e logística – pontos principais do processo de venda pela internet;

  • Organização do estoque:

A organização será o guia do planejamento para vender online, a começar pelo estoque. Ao abrir esse canal de venda, além dos clientes fidelizados outros podem surgir por conta da expansão que a internet traz. Algumas empresas contratam sistemas ERP, softwares que centralizam os dados e processos de uma organização em um único sistema, o que pode contribuir com a gestão do estoque e toda a jornada de compra.

Partindo desses pontos, fica mais fácil para você lojista expandir os negócios para o digital e ainda enxergar formas de motivar a equipe nesses tempos incertos. Depois de definir o canal e organizar todos os detalhes, basta divulgar para os consumidores a novidade!

Quer saber mais estratégias para aplicar durante esse momento de crise? Clique aqui e tenha acesso ao nosso conteúdo!

Compartilhe:

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *